1 de maio de 2009

Jornalismo, sim!

Dia 19 de Dezembro de 2008 eu recebi a grande notícia que eu tinha passado na PUC-SP. Como já não tinha passado em outras duas faculdades, e essa era a última faculdade que eu tinha possibilidade de ser aprovado.

Estava tão aflito que olhei logo que o resultado saiu, à meia-noite. Lá estava meu nome, aprovado no curso de Jornalismo. Meu primo e meu irmão já queriam cortar meu cabelo naquela hora mesmo e eu já contei pra todo mundo que estava online no msn.

Primeiramente eu queria fazer Webdesign, na época que eu era viciado em mexer em HTML. Mas eu não queria passar o resto da minha vida trabalhando atrás de um computador. Precisava de uma profissão que eu trabalhasse mais com pessoas, já que uma das melhores coisas que eu faço é falar.

Encontrei o Jornalismo no ano de 2006, quando passava grande parte do meu tempo assistindo a ESPN Brasil e vendo os comentaristas e percebi que eu ficava também comentando sobre futebol sempre com os meus amigos e que talvez pudesse fazer aquilo.

Muita gente até questionou minha escolha, porque minhas melhores notas no colégio sempre foram em matérias exatas, mas expliquei minhas razões e continuei forte com ela.

Hoje, eu continuo querendo fazer jornalismo esportivo, mas mudei de esporte: Do futebol para o futebol americano.

Agora é só estudar, terminar o curso e virar um jornalista de fato!

2 comentários:

  1. q fofo Zé....

    eu tbm fui questionada e mto...
    quase ninguém foi a favor da minha escolha...
    disseram q eu não passaria...
    mas aqui estou hj...PUC!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Parabéns pelo blog...

    ahhh acho q to te conhecendo mais por ele q conversando...rsrs..

    bjinhos*

    ResponderExcluir
  2. Iguana sem estilo6 de maio de 2009 14:01

    Muita gente até questionou minha escolha, porque minhas melhores notas no colégio sempre foram em matérias exatas, mas expliquei minhas razões e continuei forte com ela. [2]

    Relaaaxa que vc não é o único não ;D

    ResponderExcluir